"Na escultura, o espectador não deve respeitá-la na sua bidimensionalidade, deve entrar dentro e explorá-la além dela: deve construir-lhe ao redor um espaço, deve vê-la em movimento”.

Umberto Eco.

 

 

Você ingressou no mundo da Escultura. Não qualquer escultura.

Mas a escultura entendida no seu mais alto nível.

 

 

Escultura, pintura, desenhos, cerâmica, mosaicos, murais, projetos, monumentalidade, arquitetura aplicada à escultura, a qual, por vezes, se revela hermética.

 

 

E isto não numa capital europeia, como Roma ou Paris, mas em São Paulo, Brasil, em vasto acervo agora colocado ao seu alcance.

 

 

O mais interessante é que, ao ver e consultar neste espaço oficial sobre estas obras, e quem as criou, se dará conta de imediato que certamente já passou por elas e as admirou.

E, em especialmente em uma, talvez tenha até adentrado.

Perceberá também que ao assistir a uma novela, ou acompanhar a cobertura de uma maratona pela televisão, as viu.

 

 

Contudo, a imensa maioria do público desconhece o significado destas obras e, sobretudo, que as fez, não obstante a ampla visibilidade e a grande escala com que erguidas, no conjunto público das obras do artista nas praças de São Paulo.

 

 

E esta induzida subtração, da obra e de seu autor, do conhecimento do público, a todo visto, embora velado, parece proposital, preconcebido e previamente acertado.

O propósito, talvez, seja ocultar na sombra, manter no umbral, na vã e quase infantil tentativa de esconder a incomensurável beleza, a grandeza da obra, o primor e o rigor técnico das execuções, o preparo esmerado e o talento invencível de quem as concebeu e realizou.

Muito se pergunta do porque assim é.

Talvez, ao ler e ver o quanto segue, tal como apresentado neste site, você chegue às suas próprias conclusões. Mais das vezes, crê-se que apagando a luz, não se será ofuscado por esta...

Contudo, a obra deste artista é luminosa demais, grande demais, visível demais, bela demais. E ficará.

Neste espaço se apresenta GALILEO EMENDABILI, a sua vida, a sua obra.

 

 

Assina ele 7 (sete) monumentos na cidade de São Paulo. Assina também o principal monumento de Ribeirão Preto - SP, na região central.

É dele o monumento símbolo do Estado de São Paulo - o “32” - o posteriormente denominado: “Obelisco Mausoléu ao Soldado Constitucionalista de 1932”, popularmente conhecido como “Obelisco do Ibirapuera”.

Importante frisar: - O “32” não é apenas um monumento.

É antes um complexo arquitetônico, escultórico, pictórico, literário (poemas de Guilherme de Almeida, inscritos na pedra), tão retratado nas telenovelas e nas maratonas que se realizam em São Paulo. Seus mosaicos internos, de Galileo Emendabili, lavrados em Veneza (It), são objeto de admiração por visitantes de todo o mundo.

 

 

Pela frequencia com que isto ocorre, espanta que a mídia em geral, e ninguém, nos eventos de grande cobertura mediática, se digne a dizer o nome, o significado da obra, as suas característica peculiares, o seu conteúdo, os seus simbolismos, e o seu autor, mesmo que de forma sumária - e isto em relação a um obra de arte conhecida a nível mundial, que deveria ser motivo de orgulho de um povo e de uma terra - num desserviço reiterado, sinônimo de abissal ignorância, renitente patrulhamento, prova de incivilidade endêmica, em prejuízo maior da sociedade desta terra e da cultura dos povos.

Por isto, explore o site. Visite a biografia de Galileo Emendabili, ilustrada com fotos de uma infinidade de obras de arte, expressa nos seus variados meios, no Brasil e na Itália.

Conheça seus monumentos públicos.

O “Monumento a Luiz Pereira Barreto” (1929), na região central de São Paulo:

 

 

Veja também o “Monumento a Ramos de Azevedo“ (1934), hoje no campus da USP, nas proximidades da Escola Politécnica, em frente ao IPT:

 

 

Adentre no místico e simbológico “32” – e no seu memorial (Cripta) do denominado “Monumento Obelisco Mausoléu ao Soldado Constitucionalista de 1932” (1954), ainda inacabado, adornada por mosaicos executados em Veneza (It), sob desenho e cores de Galileo Emendabili:

 

 

O monumento "O Granadeiro", em Ribeirão Preto - SP:

 

 

 

Quando pelas imediações do Aeroporto de Congonhas (SP) na praça junto ao átrio central, visite o monumento “A Asa” (1947), em homenagem ao aviador pioneiro Edu Chaves:

 

 

Ao ir tomar um café, ou frequentar um dos tantos estabelecimentos nobres nas imediações da Rua Amauri, conheça o “Monumento à Imigração Italiana e à Solidariedade Ítalo-Brasileira” (1984), no espaço livre ao final da Avenida 9 de Julho, próximo à confluência com a Avenida Cidade Jardim:

 

 

Ao caminhar pela Praça Vinícius de Moraes, contornada pela Av. Giovanni Groncchi, no Morumbi, próximo ao Palácio dos Bandeirantes conheça o o “Monumento a São Paulo” (2007), também de Galileo Emendabili (projeto de Paulo Sproviero):

 

 

Surge o “Monumento às Musas” (2009), na Praça Luis Carlos Paraná (Avenida Nova Faria Lima, próximo à Rua Amauri), sediado num dos pontos mais elegantes e concorridos de São Paulo, monumento este erigido por primoroso e integrativo projeto do arquiteto e engenheiro Paulo Sproviero:

 

 

Mas não pense ser a obra emendabiliana tão apenas monumental, ou escultórica. Há muita arquitetura, que subordina, mais das vezes, a escultura.

Galileo Emendabili deixou:

Desenhos;

 

 

Afrescos;

 

Mosaicos;

 

Bronzes;

 

Terracotas;

 

Entalhes em movelaria;

 

Objetos;

 

Mármores;

 

 

 

Bronzes de várias fases de sua carreira:

 

 

 

 

 

 

 

Galileo Emendabili não somente dominava todas as técnicas das Artes Plásticas de seu tempo, como pela Arte se esparramou, expressando-se com desenvoltura em diferentes meios, técnicas, escalas, conseguindo nestas imprimir o seu incomensurável talento, desenvolvendo poética e estilo personalíssimo.

 

 

Menotti Del Picchia qualificou uma de suas portas místicas, em bronze, como a mais bela e significativa da América Latina, sediada no Cemitério São Paulo, no memorial da família Varan Kentnedjian.

 

 

É artista ímpar, primaz, hoje ironicamente mais estudado na Europa que no Brasil, país que o acolheu em 1923, deixando ele um legado de 51 anos de Arte, difícil de ser encontrado em outras partes do mundo.

Nascido em Ancona, Itália, São Paulo foi a sua terra, a sua pátria.

 

 

Também ao adentrar por prédios públicos você encontrará uma obra de Emendabili. Na Câmara dos Vereadores de São Paulo, no Tribunal de Contas do Município de São Paulo, na Assembleia Legislativa de São Paulo, no Palácio do Tribunal de Justiça bandeirante, solenizado no átrio com um monumental busto de Ruy Barbosa (1949).

Nos cemitérios de São Paulo, de igual, com inúmeros memoriais por ele assinados e executados. O mais famoso deles, de tão popular, apelidado foi de “Túmulo do Pão”, no Cemitério São Paulo, dedicado ao memorial da família Forte.

 

 

Ao entrar na Igreja Nossa Senhora da Paz, no Glicério, região central de São Paulo, antes igreja dos imigrantes italianos, hoje templo acolhedor dos emigrados da América Latina, sobretudo os pobres dos países andinos, extasiado se fica diante da marmórea Nossa Senhora da Paz, de beleza tranquila, singela e singular. De Emendabili também todos os altares e o batistério, por ele concebidos e executados, e todas as terracotas que adornam a igreja, além do brônzeo São Francisco de Assis, no jardim do retiro que acolhe e dá pão e abrigo para inteiras famílias de desvalidos.

 

 

A sua última escultura, "Pietà", conjuntamente com outras, integra o acervo do MASP.

Ao visitar as páginas, além dos monumentos, memoriais, afrescos, mosaicos, cerâmicas, enfim, o conjunto de obras selecionadas, se encontrará a bibliografia dos mais sérios textos, livros e críticas escritas sobre o artista e a sua obra, dos mais diversos, capacitados, e sérios autores.  

Por tais razões, se verdade é afirmar que Ramos de Azevedo, por sua arquitetura, perfilou a São Paulo do início do Século XX, não se exagera quando se diz ser Galileo Emendabili, com sua arte, aquele que esculpiu São Paulo.

 

 

Bem vindos.

Paulo Emendabili Souza Barros De Carvalhosa.

Ilhabela, 14 de janeiro de 2013.

Todos os direitos reservados.

© 2012 Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Webnode